LANÇAI FORA, PURIFICAI, MUDAI AS VOSSAS VESTES!

Gênesis Cap. 34, 35 e 36

B’reshit – Gênesis Cap. 34, 35 e 36

——- Considerações Importantes! ——-

Os cananeus, na verdade, pretendiam absorver todas as famílias e posses de Israel, a fim de tirar proveito das bençãos que Jacó tinha recebido de Deus. Aqui está um perigo que Israel, e por analogia todos os crentes, sofrem por parte de outros povos e pessoas. Os ímpios desejam tomar posse dos crentes, de suas bençãos e bens, ou fazem tudo para destruí-los. Essa é uma ameaça presente e constante contra o povo de Deus, e que podem ser observadas nitidamente em toda história de Israel.

************

Betel (heb. Bêit El = Casa de Deus)

Gênesis 35 vs 2 “Então disse Jacó à sua família e a todos que com ele estavam: Lançai fora os deuses estranhos que há em vosso meio, purificai-vos, e mudai as vossas vestes.”

Também hoje em nosso meio precisamos nos despojar dos deuses estranhos. Talvez os deuses estranhos de um “crente” não sejam as imagens de santos ou amuletos ou coisas semelhantes, mas os deuses estranhos que nos roubam a unção e a direção em seguir o caminho de Deus; eles podem ser um programa de TV, de rádio, ou mesmo uma música mundana e profana, os quais colaboram efetivamente para que o sistema do mundo continue afastando os propósitos divinos.

Tiremos de nosso coração os deuses estranhos!
Não só as imagens, mas a soberba, o orgulho, o ódio, a glutonaria etc.

LANÇAI FORA, PURIFICAI, MUDAI AS VOSSAS VESTES!

************

Jacó havia feito uma aliança errada com os heveus e agora era preciso que ele e todos os seus se arrependessem. Nesse momento Jacó foi a Betel (Bêit El = Casa de Deus) levando sua família ao altar de Deus para defender sua descendência, será que também nós não devemos reunir nossa família e levá-la a Casa de Deus, ao altar de Deus para que ela venha a se arrepender das obras mortas?

Jacó estava em Betel, lugar onde o Senhor iniciara seu relacionamento com ele, Deus confirmou a esse filho escolhido de Isaque as promessas da aliança estabelecida com Abraão. Agora, a grande benção divina sobre toda a espécie humana segue seu caminho, passando por Jacó e sua descendência.