12 tribos de israel

Gênesis Cap. 49 e 50

B’reshit – Gênesis Cap. 49 e 50

——- Considerações Importantes! ——-

“… chamou Jacó a seus filhos e disse: Ajuntai-vos, e eu vos farei saber o que vos há de acontecer nos dias vindouros…”

Neste capítulo, veremos Jacó chamando seus 12 filhos para abençoá-los e exortá-los. Primeiramente, Jacó lhes disse o que haveria de acontecer nos dias vindouros. A expressão “dias vindouros” (heb. Acharít Hayamím). A partir deste capítulo, essa expressão será repetida por muitas e muitas vezes, inclusive pelos profetas e pelo próprio Cristo, Jesus.

Acharít Hayamím se refere ao “Reino de Deus”, incluíndo a “Primeira vinda do Messias”, o “Plano da Salvação para humanidade”, os “Tempos Finais”, o “Período Tribulacional”, a “Segunda vinda do Messias” e o “Dia do Senhor”, no qual Ele virá em Glória para implantar o seu reino de mil anos, o “Milênio”!

************

Israel (Jacó), sabia que era um dos patriarcas e que de seus filhos viria Siló (heb. Shilóh / refere-se ao Messias), que com cetro e o bastão reinaria sobre os povos.

************

Lembremo-nos de que o ato de advertir e corrigir também faz parte da benção, pois Deus exorta a quem ama. Em toda benção é trazida uma advertência, é bom entendermos esse princípio.

– SIGNIFICADO DAS 12 TRIBOS DE ISRAEL
(O significado dos nomes falam do caráter de Jesus)

1 – Reúven – Eis (veja) um filho. (Rúben)

2 – Shimeon – Deus ouviu. (Simeão)

3 – Levi – Aquele que ajunta, que se une. (Levi)

4 – Yehudá – Deus seja louvado! (Judá)
É interessante ressaltar que, se retirarmos do nome Yehudá ( יְהוּדָה ) a letra d (dálet, ד ), forma-se o nome de Deus – ( יהוה / YHVH‎). Daí a expressão: “Povo que se chama pelo meu nome”.
Todas as tribos se dispersaram no passado. Crê-se que os judeus de hoje, em sua maioria sejam da tribo de Judá..

5 – Zevulún – Aquele que habita, faz morada. (Zebulom)

6 – Issacár – Aquele que dá salário. (Issacar)

7 – Dan – Juiz (Dã)

8 – Gad – Fortuna (Gade)

9 – Ashêr – Felicidade (Aser)

10 – Naftalí – Minha luta. (Naftali)

11 – Yôssef – Frutífero (José)

12 – Binyamín – Filho da mão direita. (Benjamim)

*************

Os médicos do Egito embalsamaram Jacó. Ele havia feito José jurar que seus ossos iriam para a terra de Canaã, a fim de se unir ao seu pai Isaque, e seu avô Abraão, bem como às respectivas matriarcas. É o costume judaico, até os dias de hoje, ter um cemitério privado só para a comunidade judaica.

Abraão leva Isaque para ser sacrificado

Gênesis Cap. 22, 23 e 24

B’reshit – Gênesis Cap. 22, 23 e 24

——- Considerações Importantes! ——-

Deus não tenta ninguém, tentar é seduzir e enganar com o objetivo maligno e destrutivo, e essa é uma característica de satanás, não de Deus. Deus nos submete a testes, (provas) para purificar-nos, santificar-nos e fortalecer nossa fé nEle. A prova de Abraão era requisitar o que mais lhe era caro, o seu amor maior, aquilo que lhe era indispensável. Entretanto essa prova, em vez de destruir Abraão, o levou ao topo da vida espiritual e a uma fé inabalável em Deus.

Abraão respondeu ao chamado de Deus com as palavras de servo: “Eis me aqui” (heb. Hinêni). A mesma resposta dada por Moisés e Samuel, quando Deus os chamou pelo nome. É uma concordância antecipada à uma exigência de alguém.
Exemplo: “Senhor, farei o que tu deseja!”

Abraão deixou o altar da provação (em Moriá) como memorial pela experiência vital que teve com Deus.

Este teste histórico também prefigurava a consagração perfeita do sacrifício que outro descendente de Abraão ofereceria a Deus, a fim de uma vez por todas consagrar o próprio Abraão e todos os seus descendentes (também espirituais/enxertados) completamente a Deus. Cumprindo assim todas as promessas segundo a Aliança.

A devoção de Abraão corresponde ao amor eterno de Deus por nós, que entregou seu Único e amado filho por amor a nós.

************

Abraão não queria que Isaque casasse com uma “descrente”, então pediu ao seu servo para trazer uma esposa para Isaque da parentela dele.

A fé que Abraão nutria já fazia discípulos naquela época.
Seu servo tinha profunda confiança na soberania e no cuidado pessoal do Deus de Abraão, e orava a Ele a fim de conhecer a sua vontade.

Sarai riu ao saber que seria mãe.

Gênesis Cap. 16, 17 e 18

B’reshit – Gênesis Cap. 16, 17 e 18

——- Considerações Importantes! ——-

Sarai se sente “incapaz”” e acaba duvidando de que poderia ter um filho; Toma uma decisão baseada no código de Hamurábi , não na palavra de Deus.
A força da tradição pagã de se prover uma serva para o marido, caso a esposa não consiga dar um herdeiro.
E o verdadeiro resultado foi: confusão, discórdia no lar, e muitos problemas através dos séculos até nossos dias, na política dos povos do Oriente Médio, por causa da descendência de Ismael (filho de Abrão com a egípcia Agar), Ismael é o pai dos árabes.

************

Mudança do nome Abrão (heb. Avram) para Abraão (heb. Avrahâm), porque Deus o constituiu por pai de numerosas nações.

Mudança do nome Sarai para Sarah.

************

Deus considerou Abraão mais que um servo, Ele o chamou de amigo.

************

Deus avisa a Abraão que destruiria Sodoma e Gomorra, e Abraão negocia com Deus…
E caso fosse encontrado 10 justos, Ele não destruiria a cidade, por amor aos 10 justos.

Continua no próximo capítulo…

Melquisedeque dá pão e vinho para Abraão

Gênesis Cap. 13, 14 e 15

B’reshit – Gênesis Cap. 13, 14 e 15

——- Considerações Importantes! ——-

************

Abrão subiu do Egito com Sarai e Ló, haviam multiplicado seus bens e tornaram-se ricos em gado, prata e ouro.

************

Por dificuldade em administrar os bens, Abrão se separou de Ló (seu sobrinho) dando-lhe opção de escolha. Ló escolheu a terra melhor (aparentemente), a planície verdejante do Jordão, e Abrão ficou com o deserto de Negueve, junto aos Carvalhos de Manre em Hebron.

************

Alguns reinos guerrearam entre si, vieram contra Sodoma e levaram Ló cativo e tomaram todos os seus bens. Abrão é notificado sobre isso, manda 318 guerreiros, os quais trouxeram de volta Ló com seus bens.

************

Abrão se encontra com Melquisedeque (heb. Malquí-Tsedéc = Meu Rei de Justiça) Rei de Salém ( Salém tipifica Jerusalém, reino de Paz ) que lhe traz PÃO E VINHO.
Quem será esse rei? Quem reinará com Paz e Justiça?

É interessante notar que Abrão deu dízimo (heb. Ma’ asêr = décima parte) a Melquisedeque.

O dízimo representa o reconhecimento de que Deus o sustenta e com isso nós o retribuímos. Mais adiante veremos que dízimo constitui um estatuto de Deus. O dízimo é uma benção de Deus!

************

Deus promete a Abrão uma descendência comparando a quantidade de estrelas no céu. Deus deixa claro que aquela terra seria sua por herança e que Deus lhe daria um filho, por meio do qual seus descendentes seriam abençoados naquela terra. Abrão é considerado a todos cristãos como um patriarca, isso inclui povos de todas as nações.

************

No verso 10 diz que as aves não foram partidas ao meio, simbolizando as ofertas pacíficas, não pelo pecado, mas ofertas de consagração e dedicação.

Em outras palavras…
Sacrifício pelo pecado deve haver 2 partes:
1º – O homem se arrependendo
2º – Deus perdoando

Já na pacífica somente o homem agradecendo e adorando.