Gênesis Cap. 46, 47 e 48

B’reshit – Gênesis Cap. 46, 47 e 48

——- Considerações Importantes! ——-

Jacó, ao chegar em Berseba, ofereceu ações de graças e sacrifícios como Abraão e Isaque haviam feito no passado.

************

O nome mais antigo de Betel foi Luz

************

“Todas das almas da casa de Jacó, que vieram para o Egito, foram setenta.”
– Setenta representa Universalidade.

No Yom Kipur os judeus oram por setenta nações, assim eles oram pela salvação de todo o mundo.

************

“… que ocupação é a vossa? Respondereis: Nós teus servos temos sido pastores de gado […] porque pastor de ovelhas eras abominação para os egípcios.”

O rabino Rashi traduz a palavra “abominação” como “divindade”, e comenta este versículo da seguinte maneira: “Os egípcios manifestavam grande respeito aos pastores, pois estes tratavam dos animais considerados “seres divinos”, esta é a razão pela qual faraó os fez estabelecer na terra de Goshen considerada a melhor terra do Egito.” ( Sifteh Hahamim, verso 6 – Rashi)

************

A bíblia possui diversos “enigmas” a serem decifrados, veremos muita simbologia, e é bom começar a observar isso desde o início (Gênesis) para se adquirir um conhecimento mais amplo das Escrituras.

Veremos muitas passagens bíblicas, principalmente quando se trata de profecias nas quais devemos considerar que a “tribo de Judá” representa Israel (judeus) e a tribo de Efraim representando a Igreja (gentios convertidos).

Veremos mais a frente, no livro de Ezequiel, um ato profético, aonde Ezequiel pegou dois pedaços da mesma madeira e neles escreveu “por Judá” e outro “vara de Efraim”. A Palavra diz que Deus os pegaria pela mão e faria neles um só pedaço, isto é, os fundiria.

************

A adoção dos filhos de José por Jacó os eleva a uma condição de igualdade com seus próprios filhos; Isso explica a divisão da terra feita posteriormente na qual se verifica que a “casa de José” aparece constituída por duas tribos, isto é, Efraim e Manassés, mas Jacó cita Efraim primeiro, porque pretendia dar-lhe a benção principal e, assim colocar “Efraim à frente de Manassés”.

Os dois primeiros filhos de José desfrutaram de uma condição igual à dos dois primeiros de Jacó.

************

Assim habitou Israel na terra do Egito, na terra de Gósen; nela tomaram possessão, e foram fecundos, e muito se multiplicaram.

A palavra “FRUTIFICAR” (heb. pará) vem sempre acompanhada da palavra “multiplicar” (heb. rabá). Pará é “semente, vida” em hebraico. A semente gera fruto (heb. pri). Quer ser abençoado? Invista na semente que é a Palavra de Deus. Quem dá vida é Deus, por isso a semente é abençoada. (Se colocarmos grãos, como o de feijão, em condições propícias, eles brotam, gerando o fruto, a vida.)

A palavra “FRUTIFICAR” significa que a partir de uma semente será gerado um fruto, e esse fruto vai produzir um resultado: vida abundante, saudável.

Queremos bons frutos!
A bíblia ensina que temos de produzir frutos, e para isso temos de ter primeiro a semente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>