Gênesis Cap. 43, 44 e 45

B’reshit – Gênesis Cap. 43, 44 e 45

——- Considerações Importantes! ——-

Judá passou a ser o porta-voz de seus irmãos, uma alusão à preeminência que sua tribo teria entre as doze, proporcionando à descendência de Jesus. Judá acaba oferecendo a si mesmo como fiador da segurança de Benjamim.

Jacó, não tendo outra saída, permitiu que levassem Benjamim, mandando presentes do melhor da terra (bálsamo, mel, arômatas, mirra, nozes de pistácia e amêndoas) e também dinheiro em dobro, além de restituir o que foi colocado na boca dos sacos. Que bonita a lição de Jacó! Mandou que seus filhos não aceitassem aquele dinheiro, pedindo que fosse devolvido a José. Isso é caráter! Aquele que teme a Deus deve andar de maneira irrepreensível em todos os aspectos.

Ao ver Benjamim com os irmãos, José mandou seu despenseiro levá-los a sua casa, levar-lhes os pés, matar reses e preparar-lhes uma mesa farta. Eles temeram muito, pensando em alguma cilada por causa do dinheiro nos sacos. Um deles disse ao mordomo: Ai! Senhor meu (heb. Adoní), perdoa-me! Eles relataram a surpresa por encontrar o dinheiro e pediram perdão. O mordomo respondeu: “Paz seja convosco, não temais; o vosso Deus, e o Deus de vosso pai, vos deu tesouro nos vossos sacos…”

José, usando outra estratégia, mandou colocar sua taça de prata no saco de Benjamim para garantir a vinda do pai, porque sabia que Jacó não viria facilmente. Ele teria de atraí-lo. Mas por que no saco de Benjamim? Lembremo-nos que José foi vendido pelos seus irmãos, porque sentiam ciúmes dele, pelo fato de ser o “favorito” de Jacó, então José quis se assegurar de que não fariam a mesma coisa com Benjamim, sabendo que este seria o novo “favorito” de Jacó.

Que maravilhosa estratégia de José para que seus irmãos o reconhecessem!

Estamos vivendo, em nossos dias, a grande revelação de José a seus irmãos. Creio que o maior sinal que José deu aos irmãos foi quando colocou a taça de prata na sacola de Benjamim, tipificando a redenção. Um outro sinal foi a forma como José se dirigiu a seus irmãos. Ao ficar a sós com eles, ele falou em idioma hebraico: Ani Yôssef! “Eu sou José” a quem vós vendestes… mas não fiquem tristes… Deus assim o quis… Da mesma forma, Jesus em breve falará da rejeição que Ele mesmo sofreu de seus irmãos judeus há dois mil anos! Em breve, os judeus estarão reconhecendo Jesus como o Messias, porque Ele próprio vai Se revelar a eles. A palavra chave desse contexto é Vayigash – ” e se aproximou”.

(* Os irmãos de José não o reconheceram imediatamente porque haviam se separado dele ainda jovem e desconheciam sua fisionomia adulta. De outro lado, José não estava caracterizado como hebreu, mas sim como egípcio. Apenas quando José se dirige a seus irmãos em hebraico eles o reconhecem. – Rashi 42:8)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>