LANÇAI FORA, PURIFICAI, MUDAI AS VOSSAS VESTES!

Gênesis Cap. 34, 35 e 36

B’reshit – Gênesis Cap. 34, 35 e 36

——- Considerações Importantes! ——-

Os cananeus, na verdade, pretendiam absorver todas as famílias e posses de Israel, a fim de tirar proveito das bençãos que Jacó tinha recebido de Deus. Aqui está um perigo que Israel, e por analogia todos os crentes, sofrem por parte de outros povos e pessoas. Os ímpios desejam tomar posse dos crentes, de suas bençãos e bens, ou fazem tudo para destruí-los. Essa é uma ameaça presente e constante contra o povo de Deus, e que podem ser observadas nitidamente em toda história de Israel.

************

Betel (heb. Bêit El = Casa de Deus)

Gênesis 35 vs 2 “Então disse Jacó à sua família e a todos que com ele estavam: Lançai fora os deuses estranhos que há em vosso meio, purificai-vos, e mudai as vossas vestes.”

Também hoje em nosso meio precisamos nos despojar dos deuses estranhos. Talvez os deuses estranhos de um “crente” não sejam as imagens de santos ou amuletos ou coisas semelhantes, mas os deuses estranhos que nos roubam a unção e a direção em seguir o caminho de Deus; eles podem ser um programa de TV, de rádio, ou mesmo uma música mundana e profana, os quais colaboram efetivamente para que o sistema do mundo continue afastando os propósitos divinos.

Tiremos de nosso coração os deuses estranhos!
Não só as imagens, mas a soberba, o orgulho, o ódio, a glutonaria etc.

LANÇAI FORA, PURIFICAI, MUDAI AS VOSSAS VESTES!

************

Jacó havia feito uma aliança errada com os heveus e agora era preciso que ele e todos os seus se arrependessem. Nesse momento Jacó foi a Betel (Bêit El = Casa de Deus) levando sua família ao altar de Deus para defender sua descendência, será que também nós não devemos reunir nossa família e levá-la a Casa de Deus, ao altar de Deus para que ela venha a se arrepender das obras mortas?

Jacó estava em Betel, lugar onde o Senhor iniciara seu relacionamento com ele, Deus confirmou a esse filho escolhido de Isaque as promessas da aliança estabelecida com Abraão. Agora, a grande benção divina sobre toda a espécie humana segue seu caminho, passando por Jacó e sua descendência.

Jacó luta com o Messias Jesus

Gênesis Cap. 31, 32 e 33

B’reshit – Gênesis Cap. 31, 32 e 33

——- Considerações Importantes! ——-

Jacó vinha recebendo vários sinais indicando que a hora de voltar a Canaã estava chegando; E agora, a ordem do próprio Deus.

Sempre que uma mudança é feita sob a vontade de Deus, por melhor que pareçam outros caminhos, o “crente” pode contar com a presença e o cuidado amoroso e poderoso de Deus.

Vimos a primeira oração de Jacó registrada desde sua partida de Betel, e pode ser compreendida como um modelo:

1 – Reconhecer que vem de Deus toda a iniciativa nas manifestações da Graça Divina.
2 – Reconhecer que não há qualquer mérito pessoal, mas que unicamente Deus, mediante sua graça e misericórdia, é a Fonte inesgotável de todo bem e do dom perfeito.
3 – Reconhecer nossa condição de necessitados do cuidado, direção e proteção do Senhor.
4 – Reconhecer que sem fé é impossível agradar a Deus, e seguir crente nas promessas do Senhor.

************

Jacó pode ter pensado que o homem que viera contra si poderia ser um espia de Esaú. Entretanto, no decorrer da luta ali travada, Jacó veio a entender que aquela figura humana não era um simples mortal, pois se tratava do próprio Deus, então o agarrou suplicando que não o abandonasse.

História de amor entre Jacó e Raquel.

Gênesis Cap. 28, 29 e 30

B’reshit – Gênesis Cap. 28, 29 e 30

——- Considerações Importantes! ——-

É claro o mandamento para que seus filhos não se associem, especialmente por meio do matrimônio, com “descrentes”.

O movimento dos anjos na escadaria significa o oferecimento generoso de Deus para ser o Senhor de Jacó, à exemplo do que disse Jesus:
“Em verdade, em verdade vos asseguro que vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem”. (Jo. 1 vs 51)
Assim o próprio Jesus é a verdadeira ponte entre o céu e a terra, e o Único mediador entre Deus e a humanidade.

A Promessa, agora, é proferida a Jacó, pelo próprio Deus, da mesma forma como havia sido ortogada a Abraão e Isaque.

************

Jacó praticou o engano, e vemos aqui agora que também foi enganado. Da mesma maneira como Jacó tinha se feito passar por Esaú, também Labão convenceu Lia a se passar por Raquel.

************

Todos os nomes dos filhos de Jacó são derivados de expressões de sentimentos e esperanças que lhes foram associados na época de seus nascimentos.

Jacó se passa por Esaú

Gênesis Cap. 25, 26 e 27

B’reshit – Gênesis Cap. 25, 26 e 27

——- Considerações Importantes! ——-

Rebeca assim como Sarai era estéril, mas Deus havia feito promessa a Abraão, de que multiplicaria a sua descendência, vemos o poder de Deus agindo sob os patriarcas, quando suas esposas não poderiam ter filhos, Deus age, assim dando-lhes descendência.

Rebeca engravida de gêmeos, no dia em que nasceram primeiro saiu Esaú, em seguida saiu seu irmão, com a mão agarrada no calcanhar de Esaú. (significado dos nomes: Jacó = “aquele que segura o calcanhar”, “aquele que tira vantagem sobre os outros” / Esaú = “cabeludo”)

Jacó compra o direito de primogenitura do seu irmão, aproveita que seu irmão estava muito cansado do campo e com muita fome oferece um guisado de lentilha em troca do direito de primogenitura. Jacó, esperto, entendeu que ele, nas suas fraquezas não iria ganhar a benção da geração porque era carnal.

************

Sobrevindo fome à terra, Isaque tentou sair, seguindo os passos do pai, mas Deus o impediu de ir ao Egito, assim sendo Isaque ficou em Gerar. Cometeu o mesmo erro do pai, fazendo sua esposa se passar por irmã. O rei Abimeleque vê Isaque acariciando Rebeca e ficou indignado. Mas depois de revelado o incidente e a verdade se estabelecer, também Isaque foi tremendamente próspero na terra. A Palavra diz que ele plantava e colhia cento por um, e isso era visível aos olhos do rei e do povo. Há um conflito com o povo pois começaram a ter inveja, mas o rei o procurou e fez uma aliança de paz.

*************

Tendo Isaque envelhecido, e não podendo mais enxergar chamou a Esaú para apanhar uma caça e preparar uma comida saborosa, para que assim ele coma e o abençoe antes de morrer. Rebeca ouviu, e sabendo da profecia antes dita, entendeu que pelo tipo de vida que Esaú levava, ele não poderia deter a benção da geração, porque o povo de Deus já nasceria contaminado pelos pagãos. (Esaú casou-se com hetéias, as quais trouxeram para Isaque e Rebeca amargura de espírito)

Então , mandou Jacó pegar dois cabritos do rebanho e preparou uma saborosa comida, como Isaque apreciava. Depois tomou a roupa de Esaú e com ela vestiu Jacó, cobrindo-lhe as mãos e o pescoço com uma pele de cabrito, para enganar o pai, porque este tentaria reconhecer Esaú pelo odor e pelo tato.

Isaque abençoou Jacó, Jacó queria a benção para ele, porque cria na promessa de Deus. Ele lutou desde o nascimento por ela. Então, foi passada essa benção por gerações e gerações.

Abraão leva Isaque para ser sacrificado

Gênesis Cap. 22, 23 e 24

B’reshit – Gênesis Cap. 22, 23 e 24

——- Considerações Importantes! ——-

Deus não tenta ninguém, tentar é seduzir e enganar com o objetivo maligno e destrutivo, e essa é uma característica de satanás, não de Deus. Deus nos submete a testes, (provas) para purificar-nos, santificar-nos e fortalecer nossa fé nEle. A prova de Abraão era requisitar o que mais lhe era caro, o seu amor maior, aquilo que lhe era indispensável. Entretanto essa prova, em vez de destruir Abraão, o levou ao topo da vida espiritual e a uma fé inabalável em Deus.

Abraão respondeu ao chamado de Deus com as palavras de servo: “Eis me aqui” (heb. Hinêni). A mesma resposta dada por Moisés e Samuel, quando Deus os chamou pelo nome. É uma concordância antecipada à uma exigência de alguém.
Exemplo: “Senhor, farei o que tu deseja!”

Abraão deixou o altar da provação (em Moriá) como memorial pela experiência vital que teve com Deus.

Este teste histórico também prefigurava a consagração perfeita do sacrifício que outro descendente de Abraão ofereceria a Deus, a fim de uma vez por todas consagrar o próprio Abraão e todos os seus descendentes (também espirituais/enxertados) completamente a Deus. Cumprindo assim todas as promessas segundo a Aliança.

A devoção de Abraão corresponde ao amor eterno de Deus por nós, que entregou seu Único e amado filho por amor a nós.

************

Abraão não queria que Isaque casasse com uma “descrente”, então pediu ao seu servo para trazer uma esposa para Isaque da parentela dele.

A fé que Abraão nutria já fazia discípulos naquela época.
Seu servo tinha profunda confiança na soberania e no cuidado pessoal do Deus de Abraão, e orava a Ele a fim de conhecer a sua vontade.

Pecado de Sodoma e Gomorra, homossexualismo.

Gênesis Cap. 19, 20 e 21

B’reshit – Gênesis Cap. 19, 20 e 21

——- Considerações Importantes! ——-

O pecado de Sodoma e Gomorra se agravou demais, e Deus manda anjos para visitar Ló. E chegando lá, viram a corrupção dos homens, como estavam totalmente perdidos. Mas Deus se lembrou de Ló e sua família (apenas 4 justos). Ao sair fora pedido que não olhassem para trás, a mulher de Ló olhou, assim se transformando numa coluna de sal. Alguns acreditam que o que forçou ela a olhar para trás pode tersido pelo fato dela descender do povo de Sodoma e Gomorra, e apontam algumas evidências nas quais ela poderia ter nascido lá.

************

Abraão e Sarah vão terra do Neguebe em Gerar e novamente Abraão teme pela morte e faz Sarah passar por irmã; Assim o rei de Gerar manda buscá-la, mas Deus visita Abimeleque em sonho e faz conhecer que Sarah é mulher de Abraão.
Abimeleque devolve Sarah e ainda lhe entrega muitos bens.

************

Deus lembra da promessa que fez a Sarah e no tempo prometido Sarah engravida, mesmo sendo de idade avançada. E chamou Abraão seu filho de Isaque (heb. Ytschac = riso) Porque Sarah riu ao saber da notícia da gravidez.

************

Abraão despede Agar e Ismael.
Deus com sua justiça vem com provisão trazendo sustento a eles no deserto.

Sarai riu ao saber que seria mãe.

Gênesis Cap. 16, 17 e 18

B’reshit – Gênesis Cap. 16, 17 e 18

——- Considerações Importantes! ——-

Sarai se sente “incapaz”” e acaba duvidando de que poderia ter um filho; Toma uma decisão baseada no código de Hamurábi , não na palavra de Deus.
A força da tradição pagã de se prover uma serva para o marido, caso a esposa não consiga dar um herdeiro.
E o verdadeiro resultado foi: confusão, discórdia no lar, e muitos problemas através dos séculos até nossos dias, na política dos povos do Oriente Médio, por causa da descendência de Ismael (filho de Abrão com a egípcia Agar), Ismael é o pai dos árabes.

************

Mudança do nome Abrão (heb. Avram) para Abraão (heb. Avrahâm), porque Deus o constituiu por pai de numerosas nações.

Mudança do nome Sarai para Sarah.

************

Deus considerou Abraão mais que um servo, Ele o chamou de amigo.

************

Deus avisa a Abraão que destruiria Sodoma e Gomorra, e Abraão negocia com Deus…
E caso fosse encontrado 10 justos, Ele não destruiria a cidade, por amor aos 10 justos.

Continua no próximo capítulo…

Melquisedeque dá pão e vinho para Abraão

Gênesis Cap. 13, 14 e 15

B’reshit – Gênesis Cap. 13, 14 e 15

——- Considerações Importantes! ——-

************

Abrão subiu do Egito com Sarai e Ló, haviam multiplicado seus bens e tornaram-se ricos em gado, prata e ouro.

************

Por dificuldade em administrar os bens, Abrão se separou de Ló (seu sobrinho) dando-lhe opção de escolha. Ló escolheu a terra melhor (aparentemente), a planície verdejante do Jordão, e Abrão ficou com o deserto de Negueve, junto aos Carvalhos de Manre em Hebron.

************

Alguns reinos guerrearam entre si, vieram contra Sodoma e levaram Ló cativo e tomaram todos os seus bens. Abrão é notificado sobre isso, manda 318 guerreiros, os quais trouxeram de volta Ló com seus bens.

************

Abrão se encontra com Melquisedeque (heb. Malquí-Tsedéc = Meu Rei de Justiça) Rei de Salém ( Salém tipifica Jerusalém, reino de Paz ) que lhe traz PÃO E VINHO.
Quem será esse rei? Quem reinará com Paz e Justiça?

É interessante notar que Abrão deu dízimo (heb. Ma’ asêr = décima parte) a Melquisedeque.

O dízimo representa o reconhecimento de que Deus o sustenta e com isso nós o retribuímos. Mais adiante veremos que dízimo constitui um estatuto de Deus. O dízimo é uma benção de Deus!

************

Deus promete a Abrão uma descendência comparando a quantidade de estrelas no céu. Deus deixa claro que aquela terra seria sua por herança e que Deus lhe daria um filho, por meio do qual seus descendentes seriam abençoados naquela terra. Abrão é considerado a todos cristãos como um patriarca, isso inclui povos de todas as nações.

************

No verso 10 diz que as aves não foram partidas ao meio, simbolizando as ofertas pacíficas, não pelo pecado, mas ofertas de consagração e dedicação.

Em outras palavras…
Sacrifício pelo pecado deve haver 2 partes:
1º – O homem se arrependendo
2º – Deus perdoando

Já na pacífica somente o homem agradecendo e adorando.

As nações se uniram, achando ser independentes de Deus.

Gênesis Cap. 10, 11 e 12

B’reshit – Gênesis Cap. 10, 11 e 12

——- Considerações Importantes! ——-

E depois do dilúvio nasceram filhos a Sem, Cam e Jafé.
E foram divididos de acordo com suas gerações e culturas de acordo com a história
de seus descendentes. E a partir deles os povos se espalharam por toda a terra.

E alguns desses dispersos, os quais foram para o Oriente, JUNTARAM-SE e combinaram de construir uma cidade com o objetivo de honrarem e si próprios (ganharem fama, honrando seus nomes), de construírem uma torre elevada de forma que a mesma alcançasse os céus. Assim não sentindo disperso dos outros povos, mas sim um povo que se uniu para se engradecer.
E o Senhor havia mandado se multiplicar, POVOAR a terra, fazendo dela nações.
Estavam em desobediência se juntando ao invés de povoar. (se espalhar)

Resumindo: a iniciativa deles era a glória do ser humano sobre o Criador.

Então o Senhor desce e observa a construção da torre.
Deus viu que o homem estava começando a ter iniciativas contrárias à sua vontade.
Querendo ser “independentes” de Deus.
Deus viu que essa construção seria apenas a primeira iniciativa de muitas outras.
E fez com que ninguém entendesse um ao outro, sem comunicação e sem novas iniciativas como essa.

Deus disse: Portanto, vinde! Desçamos! Confundamos a linguagem dos seres humanos, a fim de que não mais se entendam uns aos outros!

E assim os espalhou por toda a terra, e pararam de erguer a cidade.

E ficou conhecida como Babel, porque dali o Senhor confundiu a língua de todo o mundo.

** De repente se Deus não confunde a língua dos homens, hoje o homem não teria mais qualquer chance de salvação, queriam um reino humano, não o Reino de Deus.

————-

Da descendência de Sem, nasceu Terá e a este Abraão.

Sarai era estéril. (não poderia ter filhos)

A vida de Abraão é marcada por 4 grandes fases, e no capítulo 12 vemos 1 delas.

1 – Convocação e mudança para Canaã,

————-

Abraão era chamado de “Hebreu” (heb. Ivrí = aquele que atravessa, chegando a uma outra margem). O termo hebreu exige uma mudança de localidade a fim de cumprir um propósito. Deus queria formar um povo escolhido, separado, santificado, do qual viria o Messias. Abraão atendeu a esse chamado.

No dia em que nascemos de novo, Jesus nos diz: Léch lechá (Vá e anda-te! Saia do teu lugar!)

E nós assim como Abraão partimos para realizar o que nos fora pedido, cruzando a estrada das trevas para luz. Cortando as ligações pecaminosas com o sistema do mundo. Nunca seremos cristãos autênticos se não dermos esse primeiro passo de sair. Dê o primeiro passo na direção certa em sua vida e siga Jesus, o seu Messias, o seu Salvador, que o remiu dos seus pecados.

————-

Veio a seca e a fome nas terras de Canaã e Abrão foi com Sarai para o Egito.

Abrão temeu por sua vida, percebendo o quão Sarai era bonita, sabia que os egípcios iram matá-lo para ficar com sua mulher, portanto esse pediu para que sua mulher passasse por irmã, para que assim sua vida fosse poupada.

E certamente aconteceu, os egípcios acharam Sarai muito bela, e levaram-na para Faraó a conhecesse.

Deus castigou Faraó, sua família e toda sua corte com doenças horríveis, Faraó chama Abrão questiona-o por não ter falado a verdade, e pede para que ele saia do Egito junto a sua esposa e bens.

————-

Povo corrupto, Deus castiga

Gênesis Cap. 7, 8 e 9

B’reshit – Gênesis Cap. 7, 8 e 9

——- Considerações Importantes! ——-

* * * * * * *

Deus pediu 7 pares dos animais puros a fim de que se reproduzissem para servir aos holocaustos que Noé passaria a sacrificar a Deus (Gn. 8 vs 20) e de seu alimento. (Gn. 9 vs 3)

* * * * * * *
O Senhor firmou uma aliança eterna com Noé, em que não haveria outro dilúvio.
Tradução Correta: ” MEU ARCO ” , ou ” ARCO de DEUS ” (em Gn. 9 quando Ele diz sobre sua aliança é pronunciado “MEU ARCO” portanto quando pronunciado por nós, deverá ser “ARCO DE DEUS”.)

Portanto o nome “ARCO-íris” é IMPRÓPRIO! Na media em que tal expressão se refere a tempos e contextos totalmente opostos, “íris” faz parte da mitologia grega, como filha de Thaumas e Electra; E a personificação do “ARCO-íris” a fim de unir a terra ao céu, mencionada em “Ilíada” (poema épico grego) que narra os últimos 50 dias dos 10 anos da “guerra de Tróia”.

* * * * * * *

Noé amaldiçoa Canaã (filho caçula de Cam) por ter exposto a nudez de seu pai. (A maldição foi a cada um de sua árvore genealógica, e maior maldição a cada mais novo que nascesse.)

E abençoa a Sem, dos semitas vieram os israelitas (começando de Abraão e dos quais veio a pessoa do Messias, o Salvador, Jesus Cristo. )
O povo de Jafé também iriam compartilhar das bençãos entregues a Sem.

* * * * * * *

A palavra “ALTAR” (heb. Mizbêach) = lugar de sacrifício, lugar em que “morremos” para nossos pecados, lugar em que nós nos arrependemos para depois adorarmos ao Senhor. “HOLOCAUSTO” (heb. Olá) = NÃO significa sacrifício pelo pecado, mas de ADORAÇÃO e AÇÃO de GRAÇAS.

* * * * * * *

Gn. 9 vs 4 – “Carne, porém, com SUA VIDA, isto é, com seu SANGUE, NÃO COMEREIS.”

Sangue (heb. Dam), e é a primeira vez na bíblia que se proíbe comer sangue. (carne com sangue).

Até os sacrifícios eram feitos sem sangue, era tirado o sangue do animal antes de sacrificar.

Caim poderia escolher não matar, mas pecou.

Gênesis Cap. 4, 5 e 6

B’reshit – Gênesis Cap. 4, 5 e 6

——- Considerações Importantes! ——-

Abel (heb. Hevel) : trabalhava cuidando das ovelhas (pastor)
Caim (heb. Kayin) : trabalhava o solo (lavrador)

* * * * * * * * * * * *

—– PENSAMENTO MEU – (palavras minhas.. pastor Júnior) —–

Caim PROVAVELMENTE tinha inveja do seu irmão, pois achava seu trabalho mais pesado do que o do seu irmão. No momento de ofertar a Deus, ele estava com muita inveja, mas ele achava que por ele trabalhar demais Deus teria que receber a oferta dele de maior agrado do que seu irmão Abel, que aos seus olhos tinha um trabalho mais leve. Mas Deus conhece o nosso coração. Abel ofertou das primícias do seu rebanho a Deus querendo oferecer culto, agradecimento, adoração, etc. Caim ofertou querendo mostrar que para dar sua oferta, ele teria tido muito trabalho.

E depois que Deus recusou sua oferta…

—– INTERPRETAÇÃO BÍBLICA APÓS OFERTAR —–
Deus viu ódio no coração de Caim, viu o desejo forte em pecar, mas nos demonstra que não é porque ele se irou que ele iria pecar!

Que ele, mesmo no momento de ira, poderia dominar o pecado.

Deus lhe disse: o PECADO espreita a tua porta e deseja destruir-te, CABE A TI VENCÊ-LO! ( Mas você pode dominá-lo!)

VENCER O PECADO! Para vencer algo teríamos antes ter lutado por algo né? Então muitas vezes parecerá difícil, mas SEMPRE será POSSÍVEL vencer! Sabe por que? Pois só depende de você, ninguém peca por outro alguém, cada um peca por si, assim como cada um também PODE TER O DOMÍNIO DE SI MESMO.

DOMÍNIO PRÓPRIO! (infelizmente Caim não teve, mas caso você não tenha esteja buscando)

* * * * * * * * * * * *

Beleza, Adão e Eva tiveram outros filhos e tal…
mas provavelmente nenhum deles se voltaram para o Senhor.
Portanto a bíblia até então só citou Caim e Abel, mas como os 2 viam trazer oferta ao Senhor, então certamente esse teriam que ser citados.

Abel morreu, sobrou Caim… um homicida amaldiçoado vivendo como fugitivo sobre a terra, vimos também que da descendência dele vem Lameque, que por sinal foi um assassino pior que o seu ascendente.

Viria daí a descendência do povo escolhido? Viria daí a descendência do Messias?

Não né? Todos os planos de Deus são perfeitos.

Deus já tinha em seu coração formar uma geração da qual nasceria o Messias.

Por isso que Eva disse: de Deus alcancei outro filho!
Não foi bem por merecimento de Eva não, rs e sim por motivo de descendência.

E chamou seu filho de Sete, e a Sete nasceu um filho chamado Enos, ENTÃO COMEÇOU A SE INVOCAR O NOME DO SENHOR.

Foi de Sete, Enos, Noé, Sem, Abraão, Isaque, Jacó, Davi, que nasceu o nosso Salvador.

* * * * * * * * * * * *

Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra ?

Aqui a palavra no hebraico não é “arrepender-se” pois Deus é soberano, onisciente, onipresente e onipotente. Essa palavra é INACHEM e poderia ser traduzida como “sentiu-se aflito” ou “suas narinas fumegaram”, mostrando o DESCONTENTAMENTO de Deus para com o estilo de vida maligno do homem.

A sua imagem e semelhança.

Gênesis Cap. 1, 2 e 3

B’reshit – Gênesis Cap. 1, 2 e 3

Breshit Bará Elohim et Hashamaim vê et haaretz.
(tradução – No princípio criou Deus os céus e a terra.)

——- Considerações Importantes! ——-
* Nesses 3 capítulos lemos inúmeras vezes a palavra Deus, mas vamos além…

Deus – palavra que o tradutor achou mais próxima para representar o original > ELOHIM, mas ELOHIM é um substantivo (no hebraico) que está no plural, pois O PAI e O FILHO atuaram juntos na criação, e que ao mesmo tempo o verbo permanece no singular, fazendo referência a Majestade Soberana do Senhor, como Único e Verdadeiro Deus.

* Conceito bíblico e muito utilizado no Oriente Médio…

Quem tem o poder de dar nome, tem posse/domínio sob aquele que o recebeu.
POR ISSO TODOS NÓS IREMOS RECEBER UM NOVO NOME. (no “Reino Celestial”)

* A intenção de Deus sempre foi proporcionar vida eterna aos seus filhos, por isso a árvore da vida estava disposta a Adão e Eva. Conhecimento do bem e do mal não era necessário ao ser humano, mas caso fosse sua escolha (como foi) ele não poderia viver de forma abundante e eterna com os conflitos provenientes de um conhecimento moral e discernimento ético que alimentam a vontade de INDEPENDÊNCIA de Deus Pai, o Criador. Então como o homem optou por conhecimento do bem e do mal tornando-se PECADOR, o PAI tirou o homem do jardim. Pois se ele comesse do fruto da árvore da vida, o homem não teria mais jeito, pois viveria eternamente no pecado.

* Logo após a “queda do homem”, Deus já determinara que num futuro breve reverteria essa situação da natureza do pecado pela qual entrou a morte. A solução seria que da descendência da mulher, a qual foi usada para trazer o pecado e separação entre o homem e Deus, viria um Messias (Gn 3vs 15), o SALVADOR, um filho especial com natureza divina que morreria e venceria a morte ressuscitando, abrindo, assim a porta para uma vida eterna não mais terrena, sofrida, limitada. Assim podemos entender que Deus não deixou a humanidade sem solução.

Referência – “Porque assim como por um homem (Adão) veio a morte, também por um homem veio a ressurreição dos mortos. Pois como em Adão todos morrem, do mesmo modo no Messias todos serão vivificados.” (1 CO 15:21)

————

Observações resumidas.

* O dia era começava à tarde e terminava de manhã. ( E foi a tarde e a manhã, o dia primeiro.
Gênesis 1:5)

* Percebemos que Deus ao criar o homem dá ao homem o poder de “governar” a terra. (dominar) — É bom fixar isso, iremos entender melhor isso nos próximos capítulos.

*No Capítulo 2 vemos que Deus encerra a obra da criação e que descansou no 7º dia.
Está escrito isso em sua versão?? DESCANSOU?! Mas Deus cansa?
– Para entender isso devemos observar o original em hebraico.
(Heb – sabat / raiz de sabbath = repouso após uma realização)
A tradução ORIGINAL e correta desse texto seria CESSOU.

Então a interpretação seria de CONCLUSÃO, e não de PAUSA “pós-CANSAÇO.”

*No verso 7 um detalhamento sobre a formação do homem. Seu nome Adão (heb. Adam) Porque do pó da terra foi tirado.

*Verso 8-9 que Deus plantou um jardim no Éden e pôs o homem lá, faz toda a árvore agradável e boa para alimento, incluindo a árvore da vida e a do conhecimento do bem e do mal.

* Verso 15 uma RESTRIÇÃO, que o homem comesse à vontade de toda a árvore do jardim, exceto a do conhecimento do bem e do mal, e se comesse morreria.

* Verso 21 Deus forma uma pessoa do sexo feminino para ser companheira do homem, chamada mulher (heb. ishah) porque foi tirada do homem (ish)

* Capítulo 3 , a serpente seduz a mulher, que come do fruto e consequentemente oferece ao seu marido. Começaram a sentir vergonha, pois perceberam a nudez.
Deus aparece e fala com eles, um joga culpa no outro.. Deus castiga os 3, a serpente tendo que rasteja, e se alimentar do pós todos os dias. A mulher com o AUMENTO das dores de parto. E por causa do homem o solo foi amaldiçoado e com o suor do trabalho o homem iria viver. (até voltar ao solo)

*verso 20 o homem dá um nome a sua mulher > Eva (heb. havah = vida) Por ser a mãe de todos seres vivos.